Cidades inteligentes e mobilidade urbana são temas discutidos em evento com presença de representantes do Governo de Goiás

Realizado em São Paulo (SP), Connected Smart Cities & Mobility debateu ideias e projetos para dar eficiência à relação entre os municípios e seus habitantes. Assessores da Goiás Parcerias e representantes da Secretaria-Geral da Governadoria estiveram no evento

Nos dias 4 e 5 de outubro, equipes da Companhia de Investimento e Parcerias do Estado de Goiás (Goiás Parcerias) e da Secretaria-Geral da Governadoria (SGG) estiveram na 8ª edição do Connected Smart Cities & Mobility (CSCM), realizado no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo (SP). Os assessores técnicos, Patrícia Oliveira e Denner Sousa, representaram a Goiás Parcerias no evento - que reuniu sociedade civil, academia, iniciativa privada e poder público para o debate e apresentação de projetos sobre cidades inteligentes e mobilidade urbana.

Neste dia 6 de outubro, todos os integrantes da diretoria Técnica, da Goiás Parcerias, também acompanharam a programação da versão digital do CSCM. O intuito da participação da comitiva de Goiás no evento, considerado o maior de cidades inteligentes e mobilidade urbana do Brasil, foi conhecer casos de sucesso de outras regiões do País e do mundo, encontrar oportunidades e apresentar soluções que possam ser aplicadas no Estado de Goiás.  

Como programação, o CSCM trouxe 12 palcos simultâneos nas quais as seguintes temáticas foram abordadas por especialistas: cidades prósperas, cidades empreendedoras, cidades participativas engajadas urbanismo sustentável nas cidades, cidades conectadas, cidades resilientes e inclusivas, mobilidade para as pessoas, mobilidade ativa, mobilidade compartilhada, veículos elétricos, data analytics e tendências, conectividade e integração.

Em sua participação no evento, o assessor técnico da Goiás Parcerias, Denner Sousa, ressaltou como é importante que os gestores públicos pensem, planejem e estruturem, por meio de uma gestão integrada para as cidades e com a busca da absorção de avançadas tecnologias da informação e de comunicação, a prestação de melhores serviços públicos aos cidadãos. “Assim como a atribuição de eficiência máxima na gestão pública nos diversos setores, como iluminação pública, mobilidade urbana, saneamento básico, segurança pública, saúde, educação, entre outros”, afirmou.

A assessora técnica da Goiás Parcerias, Patrícia Oliveira, destacou que essa foi a segunda participação no ano de 2022 da companhia em encontros nacionais sobre smart cities, e que as soluções técnicas e inovações mostradas indicam que a utilização de big data e de análises estratégicas e de inteligência, nas tomadas de decisão dos gestores, vieram para ficar. Segundo ela, desde o maior até o menor município, todos podem ser beneficiados.

“As tecnologias vieram para tornar mais precisas as decisões dos gestores, a leitura e apuração de dados é muito mais intensa e aderente à realidade, por meio da internet, celulares e de todos os aplicativos que estão à disposição da população. A pauta de mobilidade foi muito forte nesse evento, passando ainda pela pauta de inclusão social e econômica, de geração de receitas não-tarifárias para os municípios, que podem ser implementadas, e até políticas para o meio ambiente. Várias ações que nascem com a inteligência dos municípios. Do ponto de vista da regulação, ainda há a necessidade de uniformizar a legislação para contratações de soluções tecnológicas, mas já existem instrumentos, como a Encomenda Tecnológica, instituída por lei, que pode ser utilizada pelos municípios”, relatou.

Goiás Parcerias – Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.